Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
Empresa será reaberta neste sábado, 26, já sob nova direção
Empresa será reaberta neste sábado, 26, já sob nova direção
Estamos em guerra 468×60

Quem passou nesta sexta-feira, 25, pela Avenida José do Patrocínio, na região do Bairro São José, em Vilhena, viu uma cena inédita há anos: o Supermercado “Nova Esperança” estava com as portas fechadas.

A surpresa se deve ao fato do estabelecimento ter como tradição abrir todos os dias, inclusive nos feriados e finais de semana, desde sua inauguração, há mais de uma década.

Mas o estranhamento começou semanas atrás, quando o empresário Natalino Reginato, dono da empresa, desapareceu da cidade, deixando a esposa tocando o negócio. Desde então uma série de boatos circulam dando conta que o empresário teria dado um “golpe” em credores, e que até teria arrecadado dinheiro junto a agiotas antes de sumir.

Em termos de valores, comenta-se que a cifra chega a R$ 1 milhão. Existe pelo menos um registro na Delegacia de Polícia Civil de Vilhena acerca do caso, no qual uma suposta vítima afirma ter sido lesada em R$ 85 mil. Quanto ao paradeiro de Natalino, fala-se que ele poderia estar na Itália, pois teriam sido descobertas faturas de cartão de crédito em nome de Natalino expedidas no país europeu.

Como a empresa permaneceu funcionando a boataria também arrefeceu, mas hoje a celeuma foi potencializada com o fechamento da loja. A reportagem do Extra de Rondônia confirmou que a empresa foi vendida para um empresário vilhenense, e será reaberta neste sábado, já sob nova direção. O nome do supermercado também será alterado. O site também conversou com uma pessoa que estava no prédio, a qual declarou que a família de Natalino, que morava no andar de cima do imóvel, mudou-se do local, mas permanece em Vilhena.

Há muita conversa sobre o episódio circulando na cidade, como o boato que o próprio Natalino praticava agiotagem, assim como não teria sido esta a primeira vez que ele agia de tal forma. Em contato com a Polícia Civil, o site solicitou um levantamento acerca de eventuais registros de ocorrência que possam ter sido efetivados, incluindo a questão do próprio desaparecimento do empresário, mas tais informações só serão repassadas à reportagem na segunda-feira 28. O Extra de Rondônia também tenta descobrir o novo endereço da família de Natalino para oferecer a oportunidade para que os parentes do empresário possam apresentar a versão deles sobre o caso.

 

Fonte – Extra de Rondônia

Texto – Da Redação

Foto – Extra de Rondônia

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO