Queimada 728×90

violencia menorO titular da Secretaria Municipal de Educação (Semed), de Cabixi, Everaldo Lima, conversou com a equipe de reportagem do Extra de Rondônia no início da manhã desta segunda-feira, 28, e comentou a respeito da denúncia de uma mãe de aluno da escola municipal “Chico Soldado”, que diz que seu filho, de cinco anos, vem sofrendo violência sexual por mais de um ano dentro da instituição, praticada por alunos mais velhos.

O caso foi levado à tona em matéria publicada pelo Extra de Rondônia neste domingo, 27.

De acordo com o chefe da pasta, a informação foi motivo de surpresa entre os servidores da escola, principalmente na secretaria de educação. Everaldo disse que o município só irá tomar uma decisão definitiva após as investigações conduzidas pelo Ministério Público (MP), Conselho Tutelar (CT) e Delegacia de Polícia Civil (DPC).

De imediato, a direção da escola, segundo ele, irá intensificar a segurança interna, principalmente nas proximidades dos banheiros, local onde a mãe do aluno afirma que ele foi atacado. “Não podemos expulsar ou tomar qualquer outro tipo de decisão sem antes sabermos o posicionamento das entidades que estão investigando o caso. Os alunos envolvidos são menores e temos que dar todo tipo de suporte para não provocar traumas”, explicou o secretário.

Everaldo Lima contou, ainda, que a denúncia feita pela mãe do aluno poderia ter sido encaminhada, inicialmente, à direção da escola, que por sua vez se encarregaria das medidas cabíveis. “Porque não procurou a escola para resolver? A mãe do aluno poderia ter dado a oportunidade de a instituição resolver o problema”, questionou o titular da Semed.

>>> VEJA MAIS A RESPEITO DO ASSUNTO NO LINK ABAIXO:

http://www.extraderondonia.com.br/2014/04/27/cabixi-mae-denuncia-abuso-sexual-sofrido-por-filho-de-cinco-anos-dentro-de-escola/#

 

Fonte: Extra de Rondônia

Texto: Da Redação

Foto: Ilustração

segurança – 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO