Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
Lindaura terá que dar explicações à sociedade
Lindaura terá que dar explicações à sociedade
Estamos em guerra 468×60

A vereadora Lindaura Ferreira da Silva (PV) pode ter o mandato comprometido. Denúncias de que ela teria utilizado de documentos falsos para tomar posse como técnica em enfermagem, em 2001, chegaram à redação do Extra de Rondônia.

Os documentos, em poder do site, constatam que Lindaura foi aprovada no concurso público, que dispunha de duas vagas, realizado pela prefeitura em 1999. Mas Lindaura só foi convocada para tomar posse do cargo no dia 03 de setembro de 2001. Na época, José Ataíde da Silva administrava o município

O secretário de fazenda e administração, Dário Segundo Saraiva, e a irmão dele, Norma Teclânica Saraiva Barros, que era responsável pelo setor de pessoal, assinaram o termo de posse da agora parlamentar.

Para tomar posse no cargo, três requisitos importantes eram necessários: o 2º  grau completo e o certificado do curso de técnico em enfermagem com inscrição no COREN. Ela teria apresentado toda a documentação pertinente ao cargo e foi empossada.

Entretanto, há suspeita que os documentos apresentados tenham sido falsificados. Certificado emitido pela representação de ensino de Vilhena, confere que Lindaura concluiu o Ensino Médio em 2011, no Centro Estadual de Educação de Jovens e Adultos (EJA). Ou seja, 10 anos após ela ter sido empossada no cargo

Outro documento, um diploma conferindo que ela concluiu o curso Técnico de Nível Médio em Enfermagem, em 2000, foi assinado e convalidado pela representação de ensino de Vilhena no dia 11 de setembro de 2011. No documento, a representação esclarece que: “o diploma foi expedido por este órgão por tratar-se de estabelecimento de ensino desativo”, em referência ao antigo Centro de Ensino Apogeoos, de Vilhena, onde supostamente Lindaura fez o curso técnico.

O caso pode render muita dor de cabeça à vereadora, que agora terá que explicar à população se os documentos são verdadeiros ou não. O site deixa espaço à disposição da parlamentar para eventuais explicações a respeito do caso.

Certificado garante que Lindaura concluiu o Ensino Médio em 2011. Ou seja, 10 anos após ela ter sido empossada no cargo
Certificado garante que Lindaura concluiu o Ensino Médio em 2011. Ou seja, 10 anos após ela ter sido empossada no cargo

 

Representação de ensino revalidou diploma de conclusão de curso Técnico de Nível Médio em Enfermagem, em 2011
Representação de ensino revalidou diploma de conclusão de curso Técnico de Nível Médio em Enfermagem, em 2011
Lindaura  tomou posse no dia 03 de setembro de 2001
Lindaura tomou posse no dia 03 de setembro de 2001

edital 1

Três requisitos importantes eram necessários: o 2º  grau completo e o certificado do curso de técnico em enfermagem com inscrição no COREN
Três requisitos importantes eram necessários: o 2º grau completo e o certificado do curso de técnico em enfermagem com inscrição no COREN

EX-SECRETÁRIO INVESTIGADO PELO TCE

Outro caso semelhante aconteceu recentemente em Chupinguaia. O Tribunal de Contas do Estado de Rondônia (TCE/RO) está investigando o ex-secretário municipal de administração de Chupinguaia, José Reginaldo dos Santos, o conhecido Reginaldo “Shalon”. O motivo: apresentação de documento falso para tomar posse no cargo de Fiscal de Obras e Posturas nesse município, em 2004.

Conforme denúncia, naquele ano, “Shalon” – além de não preencher os requisitos legais – se utilizou de declaração falsa confirmando que havia concluído o ensino fundamental, requisito fundamental para assumir o cargo efetivo de Fiscal de Obras e Posturas, o que somente ocorreu em 2013.

 

>>> LEIA MAIS A RESPEITO DO ASSUNTO NO LINK ABAIXO:

http://www.extraderondonia.com.br/2014/01/25/ex-secretario-e-acusado-de-apresentar-documento-falso-para-tomar-posse-no-cargo-de-fiscal/#

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Extra de Rondônia

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO