Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
Estamos em guerra 468×60

DSC_0233A faxineira Aparecida dos Santos, 34, acusada de ter participado do sequestro de um bebê em maio do ano passado, estava respondendo em liberdade. No entanto, ela foi detida no final da tarde desta terça-feira, 06, após a polícia descobrir em abordagem na Rua 1501, no Cristo Rei, que a mesma tinha dois mandados de prisão em seu desfavor.

Um dos mandados corresponde ao sequestro do recém-nascido e outro é por não comparecer a audiência, crime de evasão. Aparecida conta que na ocasião do crime ela estava drogada e embriagada, por esse motivo topou participar do sequestro.

 

Relembra o caso:

No dia 03 de maio de 2013, um casal morador da Rua 1511, Bairro Cristo Rei, teve uma recém-nascida sequestrada por cinco pessoas. Os acusados, três homens e duas mulheres, dentre elas a faxineira, que na ocasião se passou como profissional do Conselho Tutelar para sequestrar o bebê, planejaram a ação a mando da própria tia, Geisa da Silva Santos, 22 anos.

O plano chegou a ser concretizado, mas a polícia em tempo hábil impediu que a tia pegasse um caminho sem volta com o recém-nascido. A quadrilha contou à imprensa que receberia R$ 2 mil da suposta mandante do sequestro.

Fonte: Extra de Rondônia

Texto e Foto: Matias Siqueira

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO