O grupo foi detido por volta das 21h30 desta sexta-feira, 09, momento em que a Polícia de Trânsito (Ptran), realizava blitz na Avenida Paraná, em frente ao Pato Branco Supermercados, em Vilhena.

Os acusados de desacatar os policiais estavam na lanchonete do Gaúcho. Segundo narra o Boletim de Ocorrência, os homens começaram a desacatar os policiais após um veículo que estava com o documento atrasado precisar ser removido com o guincho.

Na tentativa de rebocar o carro, um Golf, os militares arrancaram acidentalmente o pára-choque do veículo. Com isso, os acusados Diego Romerito, Rafael Mari, Giovani Eduardo e Eduardo Queoma começaram a gritar com os policiais: “aêêê seu burros, suas éguas, quero ver agora seus bandos de filhos das putas”, incitando as demais pessoas ao desrespeito com o trabalho da PM.

Os policiais envolvidos na ocorrência se responsabilizaram em pagar o  conserto do veículo danificado.

Fonte: Extra de Rondônia

Texto e Foto: Matias Siqueira


COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO