dengue 728×90 – 2

 

DSC_0005Juracy Santos Duarte, diretor do presídio de Vilhena, falou a reportagem do Extra Rondônia e esclareceu como foi o esquema de fuga de oito presidiários de alta periculosidade, na noite desta segunda-feira, 12.

De acordo com Duarte, cerca de 50 presos estavam no banho de sol na tarde desta segunda-feira. Eles confeccionaram uma corda conhecida como “Tereza”, com cordinha usada para fazer rede e lençóis.

Oito deles escalaram uma parede de 10 metros, cortaram o alambrado do teto, jogaram a “Tereza” e desceram para o segundo pátio, onde ficaram escondidos até ao anoitecer. Porém, aproveitaram a hora da chuva, por volta das 18h30, e cortaram a cerca de arame, saindo no segundo pátio. Eles entraram no terceiro pátio cortando a cerca de arame farpado e ganharam a mata nos fundos do presídio.

O diretor da unidade prisional ressaltou que tinha informações que uma fuga estava planejada, mas admite que houve falha na segurança. Entretanto, Polícia Civil, GOE, Polícia Militar e o Núcleo de Inteligência estão em campo imbuídos na captura dos detentos que são considerados de alta periculosidade.

Desceram a parede uando a fomosa
Desceram a parede usando a famosa “Tereza” feito com cordinha de rede e lençóis
Cerca de arame liso, passagem para o pátio da fuga
Cerca de arame liso, passagem para o pátio da fuga
Cerca de arame farpado, onde ganharam a mata.
Cerca de arame farpado, onde ganharam a mata.
Carlos Eduardo Santos, vulgo
Carlos Eduardo Santos, vulgo “Canelão”
Claiton Julian da Silva
Claiton Julian da Silva
Elton da Costa Candelária
Elton da Costa Candelária
Geovani Meneses Farias
Geovane Meneses Farias
Hemerson de Souza Santos
Hemerson de Souza Santos
Luan Fabrício Correa
Luan Fabrício Corrêa
Vladimir Mariano Garchal
Vladimir Mariano Garshal
Wagner Ferreira da Silva
Wagner Ferreira da Silva

 

Fonte: Extra de Rondônia

Texto: Carlos Franco 

Fotos: Carlos Franco/ Polícia Civil

dengue 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO