Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
Paulo Mendes apresentou vídeo onde mostra a tentativa de intimidação
Paulo Mendes apresentou vídeo onde mostra a tentativa de intimidação
Estamos em guerra 468×60

O Jornalista Paulo Mendes, visitou a redação do Extra de Rondônia, na tarde desta terça-feira, 13, para desmentir argumentos do empresário Adelço Bastos, o Dedé, proprietário do Puby Bar.

Ao site, Mendes afirmou que registrou duas denúncias na Delegacia de Polícia Civil contra o empresário, por calunia e difamação. Nesta segunda-feira, 12, Dedé esteve no Extra de Rondônia e acusou Mendes de perseguição.

Dedé diz que vem sendo “perseguido” pelo jornalista e que ele é quem foi abordado por Paulo Mendes em frente ao Regional. Já Mendes rebateu as acusações e disse que foi Dedé que o abordou em frente ao Hospital Regional (HR).

Ao site, o comunicador apresentou um vídeo onde mostra a tentativa de intimidação.  “Ele está tentando inverter a situação na imprensa com argumentos que beiram o ridículo. As imagens não mentem. Ele pode levar o caso à justiça que lá provarei tudo o que venho afirmando nas matérias”, garantiu.

Mendes disse ainda que o fato aconteceu ao sair do HR com seu filho, que sofreu um pequeno acidente de trânsito naquela hora, se dirigiu ao carro e como percebeu que Dedé o aguardava, orientou o filho que começasse a filmar, pois sabia que o empresário tentaria algo contra eles. “cheguei até a pensar que ele iria tentar jogar o carro em cima de nós” – afirma Mendes. O empresário chamou o jornalista de “rato”

SUPOSTAS IRREGULARIDADES ENVOLVENDO DEDÉ

Segundo o comunicador, a perseguição do empresário iniciou após ele denunciar possíveis irregularidades nos contratos dos Projetos Sociais entre a empresa Girardello e Bastos, de propriedade de Dedé e do empresário Vilso Girardelo.

>>> CONFIRA, ABAIXO, O VÍDEO APRESENTADO POR PAULO MENDES:

 

http://www.youtube.com/watch?v=i5kV

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Extra de Rondônia

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO