dengue 728×90 – 2

imagemA popularização da internet trouxe consigo uma série de benefícios, entre eles a aproximação de pessoas, o acesso rápido a todo tipo de assunto e, principalmente, a propagação de produção individual de conteúdo, postadas em todas as redes sociais, sem qualquer tipo de filtro ou censura.

O volume desse tipo de postagem vem aumentando a cada dia, e no mesmo ritmo vem diminuindo a criatividade das pessoas, que começam a publicar qualquer tipo de situação; desde movimentos de suas rotinas até mesmo a própria intimidade de maneira explícita.

Os jovens, maior classe usuária da Internet, acabam se tornando vítimas de suas próprias postagens sobre descobertas e ações do dia a dia. Nos últimos 15 dias, o Extra de Rondônia recebeu em seus canais de comunicação com os internautas três vídeos de adolescentes vilhenenses que filmaram seus atos sexuais.  Nenhum deles será divulgado.

Sozinhas, ou acompanhadas, o que mais chama a atenção é a tranquilidade de como se comportam frente às micro câmeras dos aparelhos celulares, bem como a propagação destes vídeos. Nas imagens, as meninas (e até mesmo meninos) se mostram bastante confortáveis com o fato de saberem que estão sendo filmados.

A popularização destes vídeos levanta uma série de opiniões sobre o assunto. De um lado alguns adultos defendem a condenação dos personagens que compõem a produção de imagens, e do outro pessoas que as têm como vítimas. A crescente onda de publicação de cenas de sexo explícito entre jovens é preocupante, e cabe aos adultos orientar os adolescentes sobre esse tipo de conduta.

 

Fonte: Extra de Rondônia

Texto: Da Redação

Foto: Ilustração

dengue 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO