Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
Em visita ao site, Presidente da Aviagro justificou valor de R$ 110 da cartela deste ano
Em visita ao site, Presidente da Aviagro justificou valor de R$ 110 da cartela deste ano
Estamos em guerra 468×60

O presidente da Associação Vilhenense dos Agropecuaristas (Aviagro), Augustinho Pastore, visitou a redação do Extra de Rondônia na manhã desta sexta-feira, 30, para falar da edição 2014 da festa do peão de Vilhena.

Dentre as novidades do evento estão cinco shows musicais do circuito nacional, além de 14 carros sorteados no bingo.

Ele contou que a direção da entidade reforçou a preocupação nos detalhes, principalmente nos preços dos produtos oferecidos aos visitantes. De acordo com Pastore, o valor do passaporte, que dá direito ao portador entrada livre ao parque de exposições, vem com um preço muito atrativo, comparado às atrações oferecidas. “A pessoa que comprar a cartela pagará R$ 110. Dividido o valor pelas nove noites o portador do passaporte pagará R$ 12,20 por dia. É muito mais barato do que comprar ingresso”, avalia.

Com relação aos preços dos produtos comercializados dentro do parque durante a festa, Augustinho foi enfático: “Para fecharmos os contratos com os donos de bares e lanchonetes, a principal discussão foi sobre o preço das bebidas, e posso garantir que serão mais baixos que na edição anterior”, garantiu.

Gino & Geno, Robson Monteiro, Kleber & Kauã, Michel Teló, Padre Fábio de Melo, e shows regionais já estão confirmados para as noites de evento. Além do rodeio profissional, com presença de competidores de toda as regiões do país, e participação de locutores premiados Brasil a fora.

“A Aviagro tem 70 pontos de vendas das cartelas espalhados por Vilhena. Ao todo 15 mil unidades dos passaportes foram colocados à venda”, explicou o presidente da associação.

CAVALGADA

De acordo com Augustinho Pastore, a tradicional cavalgada da Expovil será realizada na edição 2014 da festa. “Faremos o desfile uma semana antes da abertura oficial, no dia 28 de junho”, confirma. Isso porque, segundo ele, a instituição ainda está preocupada com a qualidade sanitária dos animais que irão ficar em exposição durante os dias de festa.

O Mormo, doença equina motivo de cancelamento da cavalgada do ano passado, ainda pode ter infectado algum animal, e por conta disso o desfile será realizado uma semana antes. “Ainda assim acomodaremos os animais que participarem do evento no lado oposto onde estarão os expostos, para evitar um possível contágio”, arrematou.

 

Fonte: Extra de Rondônia

Texto: Da Redação

Foto: Extra de Rondônia

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO