dengue 728×90 – 2

neymar - CAPAO casal descobre a gravidez. Os familiares se animam, e a felicidade aumenta a cada dia junto com a espera pela chegada da criança.

A surpresa ao descobrir que se trata de um menino aumentam ainda mais as expectativas das pessoas que ficam imaginando como ele será, com quem irá parecer, como irá se chamar, enfim… todos os questionamentos que fomentam uma gravidez comum.

28 dias após sua chegada ao mundo, a felicidade ainda paira, porém em um dia como outro qualquer a criança não passa bem e os pais a levam ao hospital em busca da solução dos problemas. Uma injeção. Apenas uma e essa história muda completamente seu rumo.

O menino Gustavo Gabriel Rodrigues Tech hoje está com cinco anos, e foi vítima – segundo o pai –  de mal atendimento no Hospital Regional de Vilhena. Ele não poderia receber a injeção e após aplicada teve uma parada cardíaca, que resultou na sua transferência para a UTI, e em seguida encaminhado para Porto Velho, onde permaneceu recebendo cuidados intensivos.

Uma parada cardiorespiratória aumentou a ansiedade e a preocupação dos pais, que viram suas vidas virarem de cabeça para baixo, e tiveram que partir para Goiânia (GO) onde acompanham o filho em uma série de exames e todos os tipos de terapias para tentar fazer o corpo do menino a responder os estímulos necessários.

Em visita à redação do Extra de Rondônia, o autônomo Abel Ronaldo Tech, disse que seu filho ficou paraplégico. Para tentar viver uma vida normal, o chefe da casa começou a levar o menino a várias partidas de futebol, na tentativa aliviar a tensão que vivem por conta da falta do erro médico que transformou aquela história iniciada acima.

Para surpresa dos pais, os jogadores mais famosos do país, como Neymar, Fred, Oscar, entre outros, começaram a perceber a presença do menino Gustavo nos jogos e cada final de partida, ele ganhava uma camisa dos atletas.

Em Vilhena há oito meses, a coleção foi finalizada com doze unidades. “A maioria está autografada pelos atletas”, disse Abel. Por falta de dinheiro e necessitando de equipamentos para continuar atendendo as necessidades do filho, a família decidiu vender as camisetas para tentar juntar grana suficiente para a compra de um aparelho de reabilitação infantil. “Custa muito caro, e ainda precisamos de outro. Comprando esse já ficaremos satisfeitos”, explicou o pai.

Abel conta que abriu as vendas a partir deste sábado, 31, e encerrará dentro de um mês. “Quem se interessar pelas camisetas pode me ligar e dizer o valor que está disposto a pagar”, disse. Os números para contato são (69) 9272-2051 ou 9296-4421.

 

Em visita ao Extra de Rondônia, Abel Tech (FOTO NO DETALHE) diz que erro médico deixou seu filho paraplégico
Em visita ao Extra de Rondônia, Abel Tech (FOTO NO DETALHE) diz que erro médico deixou seu filho paraplégico

jogadores

Fonte: Extra de Rondônia

Texto: Da Redação

Foto: Reprodução

 

dengue 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO