dengue 728×90 – 2
Segundo a justiça, Ze da Paraná foi mentor de todo o trama
Segundo a justiça, Ze da Paraná foi mentor de todo o trama

A justiça de Vilhena condenou ex-servidores municipais e outros envolvidos no caso que ficou conhecido como “Escândalo do Combustível”, ocorrido em julho de 2012, durante o pleito eleitoral, em Vilhena.

A sentença foi proferida nesta segunda-feira, 2, pela Juíza de Direito, Liliane Pegoraro Bilharva.

Quatro estão envolvidos diretamente no crime – José da Silva (Zé da Paraná), Ana Quézia Alves Silva, Antonio Pereira da Silva, como culpados, e Fernando Fava, como denunciante. Todos fazem parte de ação civil pública proposta pelo Ministério Público, por ato de improbidade.

Conforme a decisão, Zé da Paraná foi condenado a  4 anos de prisão e 20 dias multa. Já Ana Quézia terá que cumprir 3 anos de reclusão e 10 dias multa. Por ter confessado o crime, a pena reduziu para 2 anos e 1 mês de reclusão. Antônio Pereira foi condenado a 2 de reclusão, e Fernando Fava terá que prestar serviços à comunidade, de uma hora por dia em entidade pública.

O regime de cumprimento de pena dos envolvidos será o semiaberto. Eles, ainda, poderão apelar em liberdade.

Na sua decisão, a magistrada salientou que “as provas demonstraram que embora não haja nos autos requisições assinadas por José da Silva ele foi o mentor de todo o trama. Tudo indica que Ana agia sob suas ordens e os desvios de combustível eram em proveito da campanha eleitoral dele”.

E continuou, dizendo que “é dos autos que o réu antecedeu à Ana no exercício da função pública, o que veio confirmado por meio dos decretos de nomeação a cargos públicos (fls. 128/129) e continuou exercendo ingerência sobre os atos por ela praticados mesmo após deixar o cargo, conforme prova testemunhal e interrogatórios já referidos. Importante consignar que a condição de funcionária pública ostentada por Ana na época dos fatos cometidos quando José já não exercia o cargo público a ele se comunica posto que elementar do crime (artigo 30 do CP).  Desta feita, devidamente evidenciado a atuação de José da Silva no desvio, em proveito próprio e de terceiros, de combustível pertencente ao erário municipal, fins estes alheios ao da Municipalidade.

 

>>> LEIA, ABAIXO, A DECISÃO NA ÍNTEGRA:

1

 

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

>>> LEIA MAIS A RESPEITO DO ASSUNTO NOS LINKS ABAIXO:

 

http://www.extraderondonia.com.br/2014/03/27/combustivel-justica-vai-julgar-envolvidos-em-escandalo-que-requeria-cassacao-de-rover/#

http://www.extraderondonia.com.br/2014/04/29/juiza-e-promotor-ouvem-versoes-de-acusados-e-testemunhas-do-escandalo-do-combustivel/

 

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Extra de Rondônia

dengue 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO