Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
Estamos em guerra 468×60

 

DSC_0009O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil na manhã desta terça-feira, 3, por volta das 06h20, na Avenida 1511, bairro Cristo Rei, em Vilhena.

Segundo consta em boletim de ocorrência, Marina de Oliveira Silva, 54 anos, estava na casa dela ouvindo som no último volume, com isso, os vizinhos que moram de parede e meia, se sentiram perturbados, e foram falar com ela para abaixar o volume para não atrapalhar o descanso deles.

Mas, foram recebidos com palavras de baixo calão. Então não restou alternativa a não ser chamar a polícia, que compareceu constatou a veracidade do fato, conversaram com a senhora pedindo para abaixar o som, no qual concordou com os militares, chegando a desligar o aparelho.

Porém, assim que a viatura foi embora, o “inferno” começou de novo segundo os vizinhos, que novamente chamaram a PM, que foram recebidos com palavras de baixo calão pela senhora “quase idosa”.

Diante dos fatos, o aparelho foi apreendido e Marina foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil e apresentada ao delegado de plantão.

DSC_0009

Fonte: Extra de Rondônia

Texto e Foto: Carlos Franco

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO