Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
Estamos em guerra 468×60

sojaA Embrapa realiza na próxima terça-feira, 10, às 8h00, no Campo Experimental de Vilhena, reunião técnica que discutirá diversas questões em torno da Soja.

Entre os temas a serem debatidos estão: as demandas tecnológicas da cultura da soja no noroeste do Brasil e os resultados do programa de promoção de cultivares de soja Embrapa (safra 2013/2014).

Já a quarta-feira, 11, no mesmo local, será realizado o Dia de Campo Safrinha, sobre milho, sorgo, girassol e integração Lavoura-Pecuária-Floresta (iLPF).

O público terá a oportunidade de conhecer cultivares, práticas culturais, manejo e a comercialização. Desta forma, os produtores poderão se preparar para o próximo plantio da safrinha, ou segunda safra, que está ganhando cada vez mais importância na produção brasileira.

Ela é chamada assim por ser semeada nos primeiros meses do ano, logo após a colheita da safra principal ou “de verão”, que foi semeada no início da estação chuvosa (setembro a dezembro).

Rondônia é hoje um dos principais produtores de milho da região Norte, sendo os municípios de Vilhena, Corumbiara, Chupinguaia e Cerejeiras os maiores produtores.

De acordo com o levantamento de maio de 2014 da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a produção da segunda safra 2013/2014 de milho em Rondônia foi de 332 mil toneladas, quase o triplo da primeira (124 mil toneladas). “Em Vilhena aproximadamente 98% da produção de milho é de segunda safra e para este ano a expectativa é de que tenhamos um recorde de produção”, destaca o pesquisador da Embrapa Rondônia, Vicente Godinho.

Texto: Extra de Rondônia

Informações: Assessoria

Foto: Divulgação

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO