Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
Estamos em guerra 468×60

cortarOs servidores da policlínica João Luiz, que fica no centro da cidade, atrás do quartel do Corpo de Bombeiros, foram pegos de surpresa por uma verdadeira multidão que procurou a unidade de saúde em busca de vacinas contra a Influenza H1N1, após registrado surto da doença em Vilhena, a partir da semana passada.

No início da tarde, quando a equipe de reportagem do Extra de Rondônia esteve no local, por volta das 14 horas, haviam centenas de pessoas na fila de espera em busca da vacina, na maioria dos casos mães à procura da imunização dos filhos, e idosos.

A movimentação foi tão intensa que os servidores do local não tiveram tempo de conversar com os jornalistas do site. Enquanto distribuía fichas, a servidora, e ex-candidata a vereadora Leninha da Saúde explicou que não há doses da vacina contra H1N1 no posto, e que foram distribuídas algumas fichas para atendimento ainda nesta quarta-feira, 11. Mais 80 fichas foram distribuídas e os portadores destes números serão vacinados na manhã desta quinta-feira, 12.

A situação ficou tão delicada que causou irritação das pessoas que buscaram a unidade. Os servidores estavam visivelmente preocupados em atender a multidão que ainda permanece no local. O chefe do setor de endemias da secretaria de saúde, Paulo Cremasco, foi ao local e está tentando orientar as pessoas acerca do plano de ação desenvolvido pelo município para conter o surto.

A professora Alexandra Mundin disse que o volume de pessoas foi intenso porque as demais unidades de saúde recomendaram procurar a policlínica João Luiz. “Os servidores aqui estão tentando nos ajudar, mas nos outros postos nos mandaram embora”, afirmou. Ela disse que não entende o fato de as autoridades realizarem uma campanha de vacinação nas escolas. “Nossos filhos estão na lista de risco”, indagou.

DSC_0519

DSC_0526

DSC_0529

DSC_0531

DSC_0533

DSC_0534

 

DSC_0517

Fonte: Extra de Rondônia

Texto: Da Redação

Fotos: Extra de Rondônia

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO