Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
Em propaganda, Padre Ton é apontado como ficha limpa
Em propaganda, Padre Ton é apontado como ficha limpa
Estamos em guerra 468×60

A Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) em Rondônia representou o Partido dos Trabalhadores (PT) e o pré-candidato Padre Ton de utilizarem o tempo destinado à propaganda partidária para fazer propaganda eleitoral antecipada. O caso será julgado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

A acusação foi feita por meio de uma representação, na qual a PRE aponta que o PT e Padre Ton aproveitaram-se de espaço destinado à propaganda partidária – que não se confunde com a propaganda eleitoral – para a realização de promoção pessoal do pré-candidato ao governo de Rondônia .

No vídeo, de 30 segundos, veiculado em junho, há enaltecimento de Padre Ton, atribuindo qualidades ao seu histórico político e apontado o pré-candidato como ficha limpa.

Na propaganda partidária desvirtuada, Padre Ton fala de seus feitos como prefeito, alega que melhorou a saúde e a educação e, em Brasília, continua lutando para trazer mais investimentos e ajudar a resolver os problemas de Rondônia.

A procuradora regional eleitoral, Gisele Bleggi, afirma que a veiculação de propaganda partidária para promoção de pré-candidato, com conotação eleitoral, é ato ilegal, caracterizando-se propaganda antecipada.

A legislação eleitoral determina que a propaganda partidária não pode ter promoção pessoal, servindo apenas para difundir o programa do partido; transmitir mensagens aos filiados; e divulgar a posição do partido a respeito de temas político-comunitários. “Ao utilizar o espaço da propaganda partidária para antecipar a propaganda eleitoral, o partido e seu pré-candidato feriram o princípio da igualdade que deve nortear todo o processo eleitoral”, afirma.

COMO DENUNCIAR

A população também pode ajudar a fiscalizar irregularidades na disputa eleitoral. Quem tiver informações sobre possíveis ilícitos, pode denunciar à PRE pelo e-mail pre-ro@prro.mpf.gov.br; por formulário eletrônico no endereço cidadao.mpf.mp.br, pessoalmente na sede da PRE (avenida Abunã, 1759, bairro São João Bosco, em Porto Velho) ou nas promotorias eleitorais do interior de Rondônia. O telefone 148, da Justiça Eleitoral, também recebe denúncias.

 

Texto: Assessoria MPF/RO

Foto: Divulgação

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO