Cassol tece severas críticas contra Expedito, ao ponto de chama-lo de traíra
Cassol teceu severas críticas contra Expedito, ao ponto de chamá-lo de traíra

“Quem cospe pra cima cai na cara”. Esse ditado popular bem que se identifica com o senador Ivo Cassol (PP), acostumado a tecer críticas e a falar o que pensa sem ter noção das consequências.

Cassol, que chegou a considerar Expedito Júnior (PSDB) seu inimigo político, agora decidiu apoiar o tucano no 2º turno das eleições ao governo de Rondônia.

Um vídeo, onde Cassol é entrevistado num programa da TV Candelária, em Porto Velho, circula nas redes sociais há dois dias das eleições.

Na entrevista, gravada em maio de 2011, Cassol faz severas críticas contra Expedito, ao ponto de chama-lo de traíra e de ter sido vítima de uma “facada”. Ele garante que política, entre ele e o tucano, acabou.

O atual senador chega a desmentir informações que circulavam na mídia a respeito de uma possível aproximação entre ambos. “Com Expedito não se fala mais. Quando um está numa roda, o outro não está. Eu tô fora. Circulou aí que estávamos nos unidos, para ganhar uma prefeitura, o governo. Eu não, não faço política sacrificando ninguém. Eu tenho posição”, declarou.

Num outro áudio, que também circula nas redes sociais, Cassol diz a Expedito não contar com seu apoio pelo simples fato dele “não saber administrar”. Ainda, o ex-governador disse que o tucano vai perder para Confúcio e alertou à população de Rondônia caso seja eleito: “Se Expedito for governador,  o povo vai chorar bastante”.

>>> OUÇA O ÁUDIO ABAIXO:

 

>>> CLIQUE AQUI E VEJA O VÍDEO:

 

Texto: Extra de Rondônia

Fotos: Extra de Rondônia

Vídeos: Divulgação

sicoob credisul
vacina 728×90