Não é a primeira vez que “Dirim” é denunciado na Delegacia
Não é a primeira vez que “Dirim” é denunciado na Delegacia

Acostumado a dizer o que pensa sem avaliar as consequências, o vereador Jadir Medeiros Pontes (PMDB), conhecido popularmente como “Dirim”, de Corumbiara, será denunciado na Delegacia de Polícia Civil. O motivo: ameaça de morte contra o repórter Wilmer Garcia, assessor do deputado estadual Luizinho Goebel (PV).

Ao Extra de Rondônia, o comunicador afirmou que a denúncia será formalizada ainda na tarde desta terça-feira, 28, devido às ameaças de morte proferidas pelo vereador na manhã de hoje, dentro da prefeitura de Corumbiara.

Garcia contou que o fato aconteceu quando conversava com o vice-prefeito, Emerson Teixeira. O vereador teria começado a agredir verbalmente o repórter devido às acusações feitas por Luizinho Goebel, durante a campanha eleitoral, contra o ex-prefeito Souza da Emater, de quem “Dirim” é amigo.

Segundo Garcia, o vereador chamou o deputado de “ladrão e corrupto”. “Eu disse pra ele que terá que provar suas acusações contra Luizinho e ele ficou mais irritado”, explicou o comunicador.

Ainda, Garcia diz que foi agredido quando deixava o paço municipal. “Há testemunhas que podem provar as agressões”, garantiu.

NÃO É A 1ª  VEZ

Pelo jeito, “Dirim” gosta de colecionar denúncias contra ele. Esta não é a primeira vez que o vereador é levado até a justiça a esclarecer supostas agressões. Em abril passado, o vereador foi denunciado por também agredir a secretária municipal de planejamento desse município, Selma dos Santos Gama. O site deixa espaço disponível ao vereador para eventuais esclarecimentos.

 

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Divulgação

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO