Pedro Neto sumiu de Chupinguaia
Pedro Neto sumiu de Chupinguaia

O Extra de Rondônia recebeu na tarde desta segunda-feira, 10, a informação de que o presidente da Feira Agropecuária do Município de Chupinguaia (Expoguaia), Pedro Neto, bem como seu irmão, Rogério, haviam quitado várias dívidas da 1ª edição da festa com cheques pessoais, e até mesmo de uma transportadora que pertencia a Pedro Neto, e que muitos deles haviam voltado.

A informação foi além dando conta de que alguns cheques que retornaram aos credores por falta de saldo nas contas do presidente da Expoguaia e seu irmão, foram “cobertos” por eles com outros cheques, que foram sustados logo depois de emitidos.

A história se transformou em uma verdadeira confusão no pequeno município componente do Cone Sul.

Em entrevista ao Extra de Rondônia, o vice-presidente da Expoguaia, João Coutinho Nunes, conhecido nessa cidade como “Coutinho da Emater”, foi enfático ao dizer que a associação não tem cheques, e que até onde sabe não deixou dívidas da festa que aconteceu entre os dias 15 a 18 de maio passado.

Ele disse, ainda, que o único problema relacionado ao evento foi de uma motocicleta sorteada no bingo. Faltou um pouco de dinheiro para quitá-la, que foi arrecadado entre os componentes da diretoria da associação. “O Pedro não tinha cheques em nome da Expoguaia, e mesmo se tivesse não poderia emiti-los sem a autorização da diretoria”, declarou Coutinho.

O vice-presidente da Expoguaia deixou claro que toda a diretoria não tinha confiança no presidente quando o assunto é dinheiro. “Não pegamos cheques para a associação justamente porque sabíamos como o Pedro é”, acrescentou.

Coutinho contou que a 2ª edição da Expoguaia será realizada em maio de 2015, ainda sem data definida. “Para substituirmos o presidente é necessário que ele se manifeste sobre o assunto. Como ele sumiu, até o momento continua à frente da associação”, disse o segundo homem da Expoguaia.

Também ouvido pelo Extra de Rondônia, o conselheiro da entidade, Cleiton Saraiva, contou que as contas do evento nunca foram apresentadas, e diferentemente do que diz o vice-presidente, as contas da Expoguaia foram pagas com cheques emprestados dos irmãos Pedro e Rogério. Ele mesmo (Cleiton) teve que amargar um prejuízo de R$ 2,6 mil. Ele recebeu um dos cheques emitidos pelos irmãos, e foi devolvido duas vezes.

O tesoureiro da instituição, Alexandre Luiz de Lima, disse ao Extra de Rondônia não saber se os cheques foram usados para pagar contas das Expoguaia, ou despesas pessoais dos irmãos. O tesoureiro explicou que Pedro Neto fez vários acordos financeiros, enquanto presidente da festa, sem consultar os demais membros da diretoria. “Chegamos a propor uma reunião pra acertar as coisas, mas ele nunca concordou com reunião”, lembra o tesoureiro.

Os irmãos Pedro e Rogério não foram encontrados para comentar a respeito do assunto. Algumas pessoas que moram no município disseram que, por conta desse problema, eles foram embora de Chupinguaia. Pedro estaria em Goiânia (GO) e o irmão no município de Cacoal, porém a informação não é oficial. O site deixa espaço aberto para que eles possam se manifestar a respeito da informação.

Em visita à redação do Extra de Rondônia, “Coutinho da Emater” foi enfático ao dizer que a associação não tem cheques e que até onde sabe não deixou dívidas
Em visita à redação do Extra de Rondônia, “Coutinho da Emater” foi enfático ao dizer que a associação não tem cheques e que até onde sabe não deixou dívidas

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Extra de Rondônia

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO