Com mais de R$ 56 milhões de bens, candidata investiu na campanha
Com mais de R$ 56 milhões de bens, candidata investiu na campanha

Com um patrimônio declarado à Justiça Eleitoral de R$ 56.276.545,64 (cinquenta e seis milhões), Ivone Cassol (PP) não economizou nos gastos de sua campanha ao Senado.

Ela fez oito doações à sua candidatura, que somaram R$ 3,077 milhões. Ou seja, ela não poupou gastos, mas o resultado não foi o esperado.

Ela foi a 3ª de quatro candidatos ao Senado. Acir Gurgazc (PDT) foi reeleito com 312.614 votos; depois foi Moreira Mendes (SDD) que recebeu 193.184 votos e Ivone Cassol (PP) obteve 160.964 votos. Por último, Aluízio Vidal (PSOL)  obteve 77.865 votos.

Conhecido como um “italiano pão-duro”, o ainda senador Ivo Cassol (PP) fez doação de míseros R$ 28 mil à campanha da esposa. O filho do casal, Ivo Junior, foi ainda mais econômico, doando apenas R$ 4 mil para tentar ajudar na eleição da mãe.

No total, Ivone Cassol disse ter arrecadado R$ 4.266.801,99. Boa parte do dinheiro proveniente das economias familiares.

Os gastos somaram exatamente R$ 4.266.801,99. Entre os doadores destacam-se a Construtora Nacional de Aviões (Conal) que doou R$ 57.920,00 e a Rondo Motos, que doou R$ 12 mil.

Texto: Rondonotícias

Foto: Divulgação

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO