Na época das acusações, Melki era secretário geral da prefeitura
Na época das acusações, Melki era secretário geral da prefeitura

O ex-prefeito do município de Vilhena, Melki Donadon (PTB) entrou em contato com o Extra de Rondônia, no início da tarde desta quarta-feira, 26, por telefone, para dar sua versão acerca da denúncia feita pelo Ministério Público (MP) o colocando como coautor de uma alienação irregular de imóvel à época em que seu primo, Marlon Donadon, era prefeito do município, enquanto ele era secretário geral.

A denúncia envolve, ainda, o ex-titular da Secretaria Municipal de Terras (SEMTER), Antônio Manoel de Souza, o Pastor Antônio, como é conhecido. O imóvel que trata a denúncia do MP foi doado ao empresário Severiano Volpato.

De acordo com Melki, apesar de conhecer o empresário citado na denúncia do MP, ambos nunca conversaram a respeito de doação de terreno. “Eu não assinei nada que justifique essa denúncia contra mim. Não fui eu que assinei a escritura e nunca negociei terreno com ele. Não estou envolvido neste caso”, garantiu o ex-prefeito de Vilhena.

Melki disse, ainda, que acredita na justiça e espera que ela seja feita, fato que, segundo ele, o tiraria das acusações do MP. “Eu tenho certeza que o empresário irá falar a verdade, pois sei que ele é uma pessoa de bem e irá confirmar que eu não tenho relação nenhuma com essa história”, acrescentou.

O líder da família Donadon, em Vilhena, disse acreditar no poder da palavra, e no seu entendimento “nunca” é um termo muito forte. “Dizer ‘nunca conversei com ele sobre doação de terreno’ é uma frase muito forte. E eu não tenho medo de repetir isso. Tenho certeza que o empresário irá falar a verdade e dizer que não tenho envolvimento neste caso”, disse Donadon.

À época, Melki era secretário geral do poder executivo e, segundo ele, todos os processos passavam pela sua pasta, fato que acredita ser o ponto principal para ser acusado de participação neste processo denunciado pelo MP.

 

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Extra de Rondônia 

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO