CAMARA SESSAO VEREADORESA última sessão ordinária do ano foi marcada por discursos felpudos, cheios de felicidades, e desejos de boas festas por parte dos vereadores.

O encontro legislativo foi comandado pelo vice-presidente da casa de leis, Junior Donadon (PMDB), que a partir de janeiro de 2015 assume a cadeira mais importante do poder legislativo vilhenense.

A pauta, no entanto, não teve muitos assuntos de relevância, exceto pelo projeto de lei número 4382-2014, o qual prevê a aquisição de um imóvel rural por parte do Poder Executivo para a construção de 300 casas populares.

As vereadoras Maria José da Farmácia (PDT) e Valdete Savaris (PPS) foram contrárias ao projeto de lei, que prevê, ainda, o pagamento do imóvel com lotes públicos localizados no Setor 5 (área nobre de Vilhena, região em que está instalada sedes dos poderes executivo, legislativo e judiciário). Dois dos terrenos estão avaliados em R$ 282 mil, e um terceiro lote que também entraria no negócio está avaliado em R$ 376 mil.

O lote rural, no entanto, custaria aos cofres públicos R$ 1,316 milhão. Os demais parlamentares aceitaram a proposta.

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Extra de Rondônia

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO