Kenedy
Kennedy é acusado de matar a facadas Matheus Rezende, 17 anos, na noite da virada

A desembargadora, Ivanira Freitosa Borges negou liminar de habeas corpus pedido pelo advogado de defesa, Elias Gomes Jardina, que trabalha no caso envolvendo o acusado Kennedy Gomes da Silva, 19 anos, pelo homicídio de Matheus Rezende, 17 anos, registrado na virada do ano, na praça Nossa Senhora Aparecida, em Vilhena.

Em seu pedido, o advogado argumentou que o seu cliente está sofrendo constrangimento ilegal, alegando que não há fundamentação substancial na decisão que decretou sua prisão preventiva. Assevera, por fim, que o acusado é primário e possui residência fixa.

Desde que aconteceu o crime, o jovem está foragido e continua sendo procurado pela justiça.

 

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Divulgação

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO