vilhenaO Ministério Público Federal (MPF) fez balanço de sua atuação na área criminal referente ao segundo semestre de 2014. Neste período, o órgão ajuizou 333 denúncias. O órgão atua nos casos em que a competência para processar e julgar o autor de fato criminoso é da Justiça Federal.

Em Porto Velho foram oferecidas 127 denúncias, sendo 38 de crimes contra o meio ambiente, 26 contra o patrimônio público e 17 contra as telecomunicações. Em Ji-Paraná foram ajuizadas 68 denúncias, sendo 11 de crimes contra o meio ambiente. Em Guajará-Mirim, foram oferecidas 53 denúncias contra 59 réus – a maior parte das denúncias foi de contrabando (18) e fraudes em licitação (11). A unidade do MPF em Vilhena ingressou com 85 denúncias – 26 delas de crimes contra o meio ambiente.

No geral, o crime mais frequente em Rondônia é o ambiental, com 78 denúncias no segundo semestre de 2014. O segundo tipo de crime mais frequente é contra o patrimônio público com 52 denúncias. Já os crimes contra as telecomunicações correspondem a 38 denúncias feitas pelo MPF em Rondônia nos últimos seis meses.
 
AUMENTO DAS DENÚNCIAS 

Na comparação entre o primeiro e o segundo semestres, houve aumento de 23,8% no número de denúncias propostas pelo MPF em Rondônia. No primeiro semestre de 2014, o MPF propôs 269 denúncias – 64 a menos que no segundo semestre.

 

Texto: Assessoria

Foto: Extra de Rondônia

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO