Antônio Jeferson e Jacqueline Cavalcante
Antônio Jeferson e Jacqueline Cavalcante

Os investigadores da Polícia Civil do município de Vilhena prenderam no final da manhã desta sexta-feira, 30 de janeiro, o casal Jacqueline Cavalcante e Antônio Jeferson Lemos Pinheiro, de 21 anos. Ambos são foram acusados de fazer um “chupa cabra” (equipamento utilizado para fazer clonagem de cartões, e senhas bancárias) no terminal eletrônico que fica na agência do Banco BASA da cidade.

Segundo relatos dos investigadores envolvidos na operação, o casal foi identificado pelas câmeras de vigilância do circuito interno da agência. Jacqueline e Antônio Jeferson implantar o “chupa cabra” no terminal por volta das 5 h30min desta madrugada.

Os investigadores da Polícia Civil encontraram o casal em um pequeno hotel do município. Em conversa com a equipe de reportagem do Extra de Rondônia, Antônio Jeferson disse não conhecer Jacqueline, e garantiu que não está envolvido no esquema de clonagem de cartão. Policiais envolvidos na operação relataram que ambos dividiam o quarto do hotel onde foram presos.

Ele relatou, ainda, que está sendo acusado injustamente. Antônio Jeferson relatou que é de Fortaleza (CE) e está em Rondônia em busca de emprego. Jacqueline disse aos investigadores que é de Goiânia.

Com os dois os policiais encontraram carregadores de bateria, além de um caderno contendo uma série de códigos para quebra de sigilo bancário.

Aparelho
Aparelho “chupa cabra” apreendido

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Extra de Rondônia

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO