Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
ponte vec3
Lance do gol marcado aos 33 segundos de jogo pelo VEC
Estamos em guerra 468×60

VEC e Ponte Preta ficaram no empate na noite desta terça-feira em 1 a 1, no estádio Portal da Amazônia, pelo jogo de ida da primeira fase da Copa do Brasil. Os gols da partida saíram ainda na primeira etapa. Flávio abriu o placar para os donos da casa e Fábio Santos deixou tudo igual.

Com o resultado, o VEC precisa empatar por dois ou mais gols ou vencer a partida em Campinas. Já a Ponte Preta joga por um simples empate em 0 a 0.

As duas equipes retornam a campo no próximo dia 2 de abril, às 19h30 (horário de Brasília), no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. Quem avançar à próxima fase enfrentará o Moto Club-MA ou o Boa Esporte-MG.

O Jogo – Buscando pressionar o adversário desde o início da partida, o VEC entrou em campo em ritmo acelerado. E com menos de um minuto de jogo, Jonatas cruza da esquerda e Flávio aparece como ‘homem surpresa’ e cabeceia para o fundo das redes, colocando o Lobo do Cerrado em vantagem.

Aos 24 minutos, a Ponte Preta consegue chegar a igualdade. Após cruzamento da direita, o atacante Fábio Santos tem apenas o trabalho de escorar para o gol e deixar tudo igual no Portal da Amazônia.

Aos 29 minutos, o goleiro Jamilton tenta socar a bola, mas acerta violentamente o atacante Fábio Santos dentro da área, que cai desacordado em campo. O jogador é atendido pelo departamento médico da Ponte Preta e volta a campo.

Aos 44’, Adrianinho arrisca de fora da área, mas o goleiro Jamilton se estica e coloca para escanteio. Aos 51’, Adrianinho levanta na área e Renato Chaves cabeceia livre, mas a bola vai para fora.

Para a segunda etapa, a Ponte Preta retorna a campo disposta a buscar a vitória. Logo aos seis minutos, Flávio tenta afastar o perigo e acerta a cabeça do zagueiro Marinho, que por pouco não marca contra.

No minuto seguinte, o VEC responde. Jonatas cruza na área e Salatiel se atrapalha com a bola no momento da finalização, desperdiçando a oportunidade.

Aos 9 minutos, após triangulação no meio de campo, Danilo Neves recebe na entrada da área e finaliza, mas o goleiro Jamilton foi bem no lance e defende com segurança.

Aos poucos as duas equipes começam a sentir o pesado gramado do estádio Portal da Amazônia e diminuem o ritmo em campo. A Ponte Preta tentou ainda chegar com perigo à meta do goleiro Jamilton, mas a equipe pecou bastante nas finalizações.

Ficha Técnica
VEC 1 x 1 Ponte Preta
Local:
 estádio Portal da Amazônia (em Vilhena-RO);
Árbitro: Paulo Henrique de Melo Salmazio (MS);
Auxiliares: 
Joadir Leite Pimenta (MT) e Valdebranio da Silva (RO); 4º árbitro: Fledes Rodrigues Santos (RO);
Público pagante:
748 pagantes; Renda: R$ 16.074,00;
Gols:
Flávio aos 30’’ e Fábio Santos aos 24’ do 1º;
Cartões amarelos:
Carlinhos, Flávio, Júnior e Rai (VEC); Diego Ivo (Ponte Preta);
VEC
Jamilton; Henrique, Júnior (Pivato), Marinho e Jonatas (Carlos Vinícius); Carlinhos, Flávio, Rai e Salatiel; Roberth (Vinícius) e Roallase. Técnico: Marcio Bittencourt.
Ponte Preta-SP
João Carlos; Jeferson, Renato Chaves, Diego Ivo e João Paulo (Junio); Josimar, Dedé, Thomás, Danilo Neves (Fágner) e Adrianinho; Fábio Santos (Vitor Xavier). Técnico: Guto Ferreira.ponte vec2 ponte vec1ponte vec4

Fonte: Futebol do Norte

Fotos: Extra de Rondônia

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO