Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
Estamos em guerra 468×60

 

001Um caminhoneiro morreu após um acidente envolvendo um carro de passeio e duas carretas no km 459 da BR-163, em Campo Grande (MS).

A vítima, identificada como Mariano Gonçalves Primo, de 56 anos, morador da cidade de Seringueiras, Rondônia, conduzia uma das carretas e teve parte do rosto desfigurado pelo cinto de segurança.

De acordo com testemunhas, a vítima, que transportava cerca de 10 mil quilos de madeira e seguia no sentido Campo Grande/ Dourados, teria invadido a pista contraria e colidido na traseira de uma carreta, placa IAJ-9149, de Sorriso (MT) e com um Uno, placa HTN-5466, que seguiam no sentido Dourados/Campo Grande.

“Eu estava atrás da carreta que transportava adubo quando sem motivo nenhum ele (Mariano) invadiu a pista, tirei o carro para evitar a colisão frontal, mas pegou na lateral. Rodei na pista e capotei no barranco”, relata Paulo Sergio Dias dos Santos, acadêmico do curso da Polícia Civil, que conduzia o Uno.

Mesmo após bater nos outro dois veículos, a carreta conduzida por Primo só parou ao bater em uma árvore do acostamento. Com o impacto, as vigas de madeira invadiram a cabine, que ficou completamente destruída e parte do rosto da vítima foi desfigurada pelo cinto.

De acordo com o delegado Enilton Pires Zalla, da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga, as causa do acidente serão investigadas. Ainda segundo ele, em situações de invasão de pista três possibilidades são levantas: distração, mal súbito ou sonolência.

Para o delegado, a violência do acidente se deve ao peso da carga e não a velocidade, já que há um radar próximo ao acidente.

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) a CCR MSvia e a pericia da Polícia Civil atenderam a ocorrência. O trânsito ficou lendo no local e a pista precisou ser limpa em virtude a carga de adubo que ficou espalhada na rodovia.

002

003

Fonte: Midia Max

 

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO