Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
“Tia Dora”, hoje com 62 anos, se dedica integralmente para cuidar de uma creche que leva seu nome
“Tia Dora”, hoje com 62 anos, se dedica integralmente para cuidar de uma creche que leva seu nome
Estamos em guerra 468×60

Em função do relevante trabalho desenvolvido na área educativa em Vilhena, a ex-vereadora Doralice Mendes da Rocha, a conhecida “Tia Dora”, é mais uma profissional cogitada para assumir a representação de ensino no Cone Sul.

Ao Extra de Rondônia, “Tia Dora” confirmou o convite vindo de assessores do governo, a quem entregou curriculum profissional para demonstrar que está capacitada para assumir o cargo regional.

Formada em Pedagogia pela Universidade Federal de Rondônia e pós-graduada em Didática e metodologia de ensino superior, “Tia Dora” dedicou sua vida às atividades políticas e sociais, o que lhe garantiu a vaga de vereadora na Câmara de Vilhena em 1992, exercendo o mandato até 1996.

Foi assessora parlamentar e chefe de gabinete da Assembleia Legislativa de Rondônia e foi até indicada para assumir a titularidades da representação de ensino em Vilhena na gestão do ex-governador Valdir Raupp. Mas, por questões políticas, a nomeação acabou por não se concretizar. Foi, também, diretora das escolas Wilson Camargo e Álvares de Azevedo.

“Tia Dora”, hoje com 62 anos, se dedica integralmente para cuidar de uma creche que leva seu nome, mantendo de forma filantrópica mais de 30 crianças atualmente. “A creche já atendeu mais de 200 crianças, mas fechamos 2014 com 70. Mesmo com poucos recursos financeiros, que conseguimos através do apoio de amigos, continuamos fazendo o que mais amamos: ajudar as famílias mais humildes e que precisam de apoio”, destacou.

Filiada ao PMDB há mais de 20 anos, a cogitação de “Tia Dora” para a representação de ensino deve-se especificamente à competência comprovada à frente das ações educativas. “Estou há 30 anos na Educação. Tenho tempo de serviço para me aposentar, mas vou continuar essa minha missão até o momento que eu não mais puder. Se for nomeada na representação de ensino, garanto fazer o melhor pela Educação da nossa região”, finalizou.

Além de “Tia Dora”, também foi cogitada para assumir a representação de ensino, a professora Maria da Penha Batista, a Tathy, atual diretora da escola Wilson Camargo, tendo em vista que Raquel Donadon, ex-secretária municipal de Educação, estava impedida de assumir o cargo por ser aposentada. Entretanto, até a decisão final do governo, o professor Edson Nogueira se mantém à frente da titularidade do órgão estadual.

 

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Extra de Rondônia

 

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO