Estamos em guerra governo 728×90  – ALE celular 300×250
O carro ficou bastante deteriorado
O carro ficou bastante deteriorado
Estamos em guerra 468×60

O grave acidente aconteceu no início da noite desta quarta-feira, 11, por volta das 19h30, no km 64 da BR-364, há 48 quilômetros do município de Vilhena, próximo a usina Eletrogoes – Rio Àvila.

Segundo dados apurados pela reportagem do Extra de Rondônia no local do fato, Darci Pedro da Rosa, 52 anos, mais conhecido como “Darcisão”, ex-vereador e ex- vice-prefeito da cidade de Chupinguaia e que atualmente possui um açougue no Distrito de Boa esperança, sofreu múltiplas fraturas nas duas pernas além da suspeita de traumatismo craniano. O diagnóstico foi apresentado por um médico que passava pelo local no momento do acidente e prestou os primeiros socorros à vítima.

“Darcisão” era condutor de uma picape Strada, cor vermelha, e seguia pela BR-364, sentido Porto Velho. Na carroceria do automóvel havia inúmeras sacolas contendo linguiças que possivelmente seriam revendidas em seu comércio. O veículo ficou bastante danificado.

Em conversa com a reportagem, o condutor do caminhão ‘Julieta  ‘ identificado como Vilson Rodrigues da Silva, 23 anos, relatou que seguia em direção à Vilhena quando passou pela ponte sobre o rio Àvila, percebeu que outro caminhão bi-trem estaria vindo em sua direção, porém, ocupando quase a metade da pista ao contrária. Para evitar que houvesse um choque frontal, segundo o motorista, puxou a direção para o acostamento, com isso, fez com que o último semirreboque viesse a balançar e, consequentemente, tombar derramando toda a soja no meio da pista.

Ao retornar a direção para o sentido correto, o semirreboque acabou invadindo a pista ao lado e acertando de cheio o carro da vítima. Com o acidente, a picape acabou ficando no meio da rodovia, e por pouco outras carretas também não colidiram com o veículo.

Com a violência do impacto, “Darcisão” ficou preso às ferragens. Foi necessário utilizar um braço mecânico para a retirada da vítima pela equipe do Corpo de Bombeiros. Posteriormente, sendo encaminhado ao pronto socorro de emergência do Hospital Regional de Vilhena e seu estado é considerado grave.

A Policia Rodoviária Federal e a Pericia Técnica foram comunicadas sobre o fato. Ambas foram ao local e realizaram os trabalhos de praxes.

A respeito do tacógrafo, aparelho que é utilizado para marcar a velocidade do veículo, ficou constatado que não funciona desde agosto de 2014, o que poderá agravar a situação do trabalhador.

Sem título

Extra5Extra4Extra3Extra2Extra1Extra

Fonte: Extra de Rondônia

Fotos: Extra de Rondônia

estamos em guerra 728×90 2
covid 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO