covid19 – 728×90-2

conflitoO Procurador da República Daniel Azevedo Lôbo instaurou, no dia 16 de março deste ano, inquérito civil para apurar possível conflito fundiário na zona rural do município de Chupinguaia, envolvendo integrantes do acampamento Gilson Gonçalves e o pecuarista Heládio Cândido Senn, conhecido na região como “Nego Zen”, que afirma deter a propriedade da área onde estão alocados os camponeses do grupo.

O último embate entre os lados aconteceu em setembro do ano passado e resultou na prisão de Nego Zen, e alguns de seus funcionários, que estavam com armas de fogo, entre elas uma espingarda calibre 12, um revólver calibre 38 e duas carabinas, sendo uma calibre 28 e outra calibre 38, além de 36 munições intactas.

As prisões aconteceram na Fazenda Rio Taboca. No início do mês de setembro do ano passado, outro conflito entre Nego Zen e os camponeses do acampamento Gilson Gonçalves, e representantes de grupos ligados à resistência no campo alegam que o pecuarista chegou a disparar contra os barracos dos camponeses, além de fazer um bloqueio com homens armados na única estrada que dá acesso ao local.

 

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Veja

 

sicoob credisul
covid19 – 728×90-1

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO