covid19 – 728×90-2

pf de rondoniaA Polícia Federal deflagrou, na manhã de hoje, a Operação Parasitas para desarticular um esquema criminoso de concessão de financiamentos fraudulentos e desvio de recursos federais do Pronaf, na região de Campo Novo de Rondônia (RO).

A operação policial contou com a participação de 80 policiais federais, que deram cumprimento a 10 mandados judiciais de busca e apreensão e a 30 mandados de condução coercitiva, nas cidades de Campo Novo de Rondônia, Brasília (DF) e São Paulo (SP).

Além disso, foram impostas outras medidas, como: indisponibilidade de valores em conta corrente dos investigados no montante aproximado de R$ 1 milhão; suspensão do exercício da função pública de quatro investigados; sequestro de uma propriedade rural; proibição de afastamento da comarca onde reside para dez investigados.

A ação criminosa consistia na concessão fraudulenta de financiamentos com recursos do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar – Pronaf, através da Agência do Banco do Brasil daquela região. Os investigados, através de documentos falsos e com a efetiva participação de funcionários do Banco do Brasil e da Emater, bem como de um escritório de contabilidade, desviaram cerca de R$ 1 milhão entre 2013 e 2014.

Os envolvidos responderão, na medida de suas participações, por gestão fraudulenta de instituição financeira, apropriação de valores, obtenção de financiamento mediante fraude, desvio de recursos de financiamento, associação criminosa, falsidade ideológica, peculato, concussão, corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro cujas penas somadas podem chegar a 94 anos.

Autor: PF

Foto: Divulgação

sicoob credisul
covid19 – 728×90-1

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO