IVANIR-aguiarAinda me recuperando de uma forte gripe (não é suína). Fomos convidados, eu e minha esposa, pelos meus compadres, para assistirmos “Anjos e Demônios” no “Cine Lazer”, para tentar compreender o que realmente são os anjos e demônios que infestam as nossas vidas diariamente. É muito difícil uma análise perfeita sobre o tema, principalmente, por eu não ser um psicanalista nem psicólogo e nem ser inteligente suficiente para entender as pessoas. Todavia, após voltar para casa, senti imensa vontade de escrever, não sobre o filme, mas sim, sobre parte da minha vida e o que penso da situação política atual.

Adormeço e começo a fazer uma retrospectiva da minha vida. Vi desfilarem diante dos meus olhos uma sucessão de fatos que, hoje, formam minha existência. Como todo o ser humano errou e acertou. Como todo o ser humano caiu e levantou. Centenas de vezes saí do acinzentado do nada fazer e, mesmo errando, parti para iniciativas que editaram ensinamentos, os melhores.

Revi minha longa vida. Olhei dentro do eu mesmo e constatei que ela se me apresentava como uma peça teatral cujo conteúdo enseja uma mensagem maior formada por pedaços, como se fora um quebracabeça. Em todos os meus dias sempre busquei respeitar ao próximo, jamais pisei em alguém para subir, sempre procurei ajudar aos meus semelhantes, coisa que me gratifica muito.

Analisando minhas experiências passadas, hoje me sinto embasado de condições para poder almejar um degrau a mais. Vim para este longínquo município de Vilhena como muitos outros, com a pretensão de voltar logo para o meu glorioso Rio de Janeiro. Cavacos do ofício fizeram-me ir ficando, ficando, ficando e, afeiçoando-me a esse pequeno rincão que faz parte desta grande corrente que se chama Brasil, ponto de hoje, não mais pensar em sair. Hoje tenho o firme propósito e consciência de que algo está mudando na política brasileira. Caras estão sendo mostradas ao público, graças aos grandes meios de comunicação e a ação firme de bons brasileiros que não se curvam ante o assédio financeiro de grupelhos que somente pensam em se locupletarem em detrimento do sofrido (maioria) povo brasileiro. Em meu “sono-sonho me vejo em palanque político desenvolvendo minha campanha sob o “slogan” NÃO VOTEM EM MIM PELO AMOR DE DEUS”. Com isso pretendo deixar patente que não tenho condições bastantes claras para manipular esquemas questionados e colocados em igualdade com outros que estão munidos seja de trabalho, dignidade, probidade e com condições de exercerem um mandato com decência e aqueles pseudos e eternos salvadores e aproveitadores da sofrida população. “O Brasil precisa mudar: E vai mudar.” Mesmo que seja nas futuras gerações de meus netos e bisnetos “Vai perder aquele ranço de pais provinciano e sem lei, violentado, vilipendiado desde o seu descobrimento, onde meia dúzia sempre deteve o poder face ao seu poderio de fogo intocável, manipulando pessoas e pessoas”.

A grande legião de sem-terra, sem teto sem trabalho e sem perspectivas cujo objetivo é invadir propriedades alheias, sob o manto sagrado de grandes usurpadores. Acordei do meu sono-sonho com a realidade em mãos vi que se torna utopia, pois, nada é feito com seriedade, os escândalos políticos como a imprensa mostra e no final nada dá em nada. Em todos os escalões está ali a podridão. Inchaço de episódios envolvendo as mais altas     autoridades do país não passa das investigações ou um conluio perfeito. No final são absolvidos e livres para continuarem suas travessuras ilícitas. Temos homens de respeito; temos homens que tentam melhorar a cara do Brasil, mas tudo não passa de tentativa. Tudo não passa pelo DECIDIDO. CONDENADO. É claro que alguns gatos pingados, principalmente aqueles que não têm condições de contratarem bons advogados, esses estarão irremediavelmente atrás das grades, ou então, pagando pena em uma Colônia Penal qualquer. O que me alegra ainda é que esses envolvidos estão com suas caras mostradas para o eleitor. Resta a eles, eleitores, degradarem de uma vez esses “políticos”, “Para acreditarmos realmente que o ‘BEM, SEMPRE VENCE O MAL”.

Que me perdoem meus mais de cinco leitores (se alguém quiser se engajar no grande número de meus leitores, que me darão à honra de ler estas mal traçadas linhas pós-sono-sonho, criticando e analisando meus artigos).

(cuidado novamente com o canto da sereia. A propósito, parece que começaram a dizer para onde vai o dinheiro devolvido pelos usurpadores (para a saúde, educação e segurança do país ainda continuam obscuros). Vai voltar ao ninho— Petrobrás)?

 

Por: Ivanir Aguiar jornalista e membro da Academia de Letras de Vilhena.

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO