Será exibindo o documentário
Será exibindo o documentário “Cidadão Boilesen”

Com objetivo de discutir temáticas que envolvem história e ciências humanas será realizado no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), de Vilhena, o projeto “Extensão História, Cinema & Tecnologia” com a exibição de filmes.

O projeto será realizado durante o período de 10 meses, com uma sessão por mês, tendo como público alvo professores e estudantes da rede pública Estadual e do IFRO. As sessões de cinema serão realizadas no auditório do campus do IFRO, de Vilhena.

O historiador e professor do IFRO, Márcio Martins, é o coordenador projeto de extensão. Além da exibição dos filmes serão realizadas palestras e discussões sobre o tema.

A primeira sessão do projeto será realizada na sexta-feira, 22, entre 13h30 às 17h00 e exibirá o documentário brasileiro Cidadão Boilesen. Como debatedor, estará presente o sociólogo e cientista político Fausto Arruda, presidente do Conselho Editorial do Jornal “A Nova Democracia” (RJ), que realizará outras palestras no IFRO e Universidade Federal de Rondônia (Unir).

SOBRE O DOCUMENTÁRIO

O documentário Cidadão Boilesen (Chaim Litewski, 2009), retrata como o empresariado financiou a Operação Bandeirante (OBAN), principal órgão de repressão da ditadura militar brasileira.

Através da surpreendente vida do ex-presidente da Ultragaz, Henning Boilesen, assassinado pela guerrilha em 1971, o documentário revela a ligação política e econômica entre civis e militares no combate à luta armada. Com dezenas de entrevistados, vasto material iconográfico e inéditos documentos até então secretos. Cidadão Boilesen discute o período mais brutal da recente história brasileira.

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Divulgação

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO