covid19 – 728×90-2

Proupas prfor volta das 10h00 desta segunda-feira, 1, o Grupamento Tático (GPT) da Polícia Rodoviária Federal (PRF), em fiscalização de rotina no Km 1 da BR-364, prendeu R. W. T. O, de 50 anos e L. R. L. T. O, de 19 anos, W. T. B, de 19 anos, todos por contrabando, falsidade ideológica e uso de documento falso.

Os acusados traziam dentro de um veículo mais de 380 peças de vestuário, além de 293 etiquetas de marcas famosas de roupas.

Ao serem questionados pelos policiais sobre a procedência do material, afirmaram que eram apenas mostruários da loja que são proprietários, apresentando uma nota fiscal a fim de comprovar tal afirmação.

Após entrarem por diversas vezes em contradição, os acusados resolveram abrir o jogo com os policiais e contaram que os produtos foram adquiridos no Peru, sendo que a nota fiscal apresentada tinha sido emitida pela empresa de L. R. L. T. O, para burlar a fiscalização e transformar em originais as mercadorias falsificadas, o que renderia ao grupo um lucro de mais de 35 mil reais.

Segundo a PRF, a nota era verdadeira, já os dados inseridos nela que são falsos. Os autores juntamente com a mercadoria foram encaminhados a delegacia da polícia federal para os procedimentos cabíveis.

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Divulgação PRF

sicoob credisul
covid19 – 728×90-1

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO