covid19 – 728×90-2

 

11426142_484949181652387_1532891991_oIrmão de dois acusados de assaltos presos em Vilhena na última quarta-feira, 10, entrou em contato com a redação do Extra de Rondônia para dar suas versões sobre os fatos.

Heben de Moraes, morador da cidade de Rondonópolis/MT, irmão de Márcio de Morais e Walter de Morais, foi enfático ao afirmar que um de seus irmãos acusados como autor do assalto, é inocente. Segundo ele, assim como noutra situação, seu irmão foi novamente preso “injustamente” por erros grotescos da policia.

Os irmãos foram presos numa residência que, segundo o defensor, estava sendo construída por Márcio Tobias de Moraes, de 32 anos, apontado como inocente pelo “defensor”.

Na matéria publicada por esta página eletrônica, Heben desmente a versão da PM quanto aos fatos. Veja o comentário:

O Senhor Jornalista responsável por esta reportagem deve realizar retificações. A mesma contem informações fantasiosas, falsas e infundamentadas. O Titulo da reportagem, assim como o texto geral, deve conter a informação que são apenas suspeitos, não se trata de “Assaltantes” e sim suspeitos do assalto.

Vale lembrar que a família reside em Vilhena a 14 anos e não devemos cometer precipitações.

A manutenção desta reportagem é passível de processo por danos morais, injuria e difamação. Também não condiz com o real papel da impressa.”

Após serem presos pela Policia Militar, os acusados foram reconhecidos pelas vítimas como os autores do assalto. Sendo um deles expressamente apontado de ter colocado a arma na cabeça do bebê de apenas um ano e seis meses.

O Extra de Rondônia elaborou a matéria conforme informações da Policia Militar.

 

Sem título
comentário publicado na matéria do Extra de Rondônia

 

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Extra de Rondônia

sicoob credisul
covid19 – 728×90-1

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO