covid19 – 728×90-2

corumbiaraOs servidores da rede estadual de educação do município de Corumbiara receberam, nesta terça-feira, 09, orientação da Coordenadoria Regional de Educação de Cerejeiras, órgão ligado à Secretaria Estadual de Educação (Seduc), sobre o preenchimento de formulários e juntada de documentação a fim de fazerem jus ao recebimento do auxilio transporte, beneficio este garantido por lei a todos os servidores públicos de Rondônia.

Os servidores ficaram felizes com a novidade, já que – segundo eles – embora esteja na lei, nunca receberam o benefício em Corumbiara. A “papelada” deveria ser entregue o mais rápido possível.

Porém, após o recolhimento da documentação e preenchimento de todos os formulários, os servidores estaduais foram informados, via telefone, por uma servidora da representação de ensino de Cerejeiras, que a solicitação foi encaminhada para as escolas estaduais de Corumbiara por engano e que os servidores continuarão ser receber o auxílio transporte.

A informação deixou à categoria revoltada e sem entender o que realmente havia acontecido. Muitos questionaram a legitimidade da concessão de tal benefício pra alguns municípios, como é o caso de Cerejeiras e a exclusão de outros como Corumbiara.

Os servidores alegam que grande número de servidores  se deslocam para os distritos do município onde funcionam escolas estaduais e, além de não receber a gratificação de difícil provimento, como prevê a Lei Estadual, também ficam sem receber o auxílio transporte.

 

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Divugação

sicoob credisul
covid19 – 728×90-1

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO