prefeitura-vilhena-300x207O prefeito de Vilhena, Zé Rover (PP) mais uma vez apresenta incoerências de mandato.

Novamente ele produz exonerações em séries, porém desta vez pior: num momento em que a cidade está receosa quanto à possibilidade de uma recessão econômica devido à tragédia no Shopping local, o prefeito despejou pelo menos 200 servidores comissionados na rua, engrossando a fila do desemprego, e trazendo mais instabilidade econômica na região.

Para piorar a situação, dezenas de empresas que prestavam serviços para a prefeitura de Vilhena entraram na justiça para receber os repasses atrasados, contradizendo as informações disseminadas pelo próprio prefeito Rover dando conta de que o município está cada dia melhor economicamente falando.

A prefeitura de Vilhena está com o nome sujo na praça, e não conta com crédito para compra, outro fator que contribui para a instabilidade econômica da maior cidade do Cone Sul de Rondônia.

Muitas perguntas ficam sem respostas sobre o mandato, principalmente quanto aos investimentos destinados para o município. O próprio vice-prefeito da cidade, Jacier Dias (PSC) anunciou que está se afastando do mandato por perceber indícios de corrupção entre o primeiro escalão do prefeito Rover.

Diante do caos que se instalou no município, a câmara de vereadores de Vilhena reagiu. Alguns vereadores confirmaram ao Extra de Rondônia que irão cobrar uma visita pública de Rover no legislativo para escancarar as contas públicas vilhenenses, para saber exatamente a quantas anda a saúde pública da cidade. Os parlamentares ainda não apresentaram uma data definitiva para o encontro.

 

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Extra de Rondônia


COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO