covid – 768×90-2

 

O suspeito foi preso após aplicar golpe em Vilhena
O suspeito foi preso após aplicar golpe em Vilhena

Um homem identificado apenas pelo prenome “Fábio” foi detido no início da tarde desta sexta-feira, 26, por volta das 12h15, em frente a uma agência bancária da cidade momentos depois de ter aplicado golpe num cliente da instituição.

A destreza do acusado não foi maior que a agilidade do Núcleo de Inteligência (NI) da Polícia Militar (PM) que já vinha investigando uma suposta quadrilha que estaria agindo na cidade. O suspeito fez uma ação complexa, mas “caiu” porque a vítima desconfiou da situação.

Segundo informações prestadas por policiais que participaram da ação, Fábio estava na sobreloja do banco supostamente aguardando atendimento. Ele percebeu que a pessoa a seu lado seria a próxima a ser chamada ao caixa, e o abordou para saber que tipo de operação seria feita. O homem lhe contou que apenas iria descontar um cheque no valor de R$ 600,00. Fabio então pediu para que o cliente lhe cedesse à vez, alegando que tinha compromissos com a esposa com horário marcado, garantindo que trocaria o cheque. O homem aceitou e ficou aguardando. Após um tempo, o suspeito lhe entregou o dinheiro correspondente ao cheque, mas não saiu do local.

Achando a coisa estranha, o cliente desceu e na portaria da agência relatou o acontecido a um funcionário. Os dois voltaram ao interior do banco na companhia de um segurança e cruzaram com Fabio na escadaria. Ao ser chamado pelo bancário o suspeito empreendeu fuga, chegando a quebrar a porta de vidro da agência. Mas ele não conseguiu ir muito longe, pois havia um policial militar a paisana aguardando do lado de fora. Ao ser constatado que o acusado portava documento de identidade falso foi aferido que tipo de operação ele tinha feito no caixa, e ficou constatado que Fabio modificou o cheque que havia lhe sido entregue, transformando o valor para R$ 4.900,00. Enquanto isso acontecia outros agentes foram a um hotel da cidade onde o acusado estaria hospedado. Para surpresa deles o quarto já estava sem nenhum objeto de Fábio, e havia um advogado a espera.

A ação policial não aconteceu por acaso. Segundo os investigadores há algum tempo está em curso investigação acerca de uma quadrilha que estaria agindo na cidade, composta por vários elementos. A própria rapidez com que foi providenciado suporte jurídico ao detido indica que deveria haver outro bandido nas imediações do banco, que percebendo o fato acionou o advogado. O suspeito permanece detido para interrogatório.

001

002

004

003

Fonte: Extra de Rondônia

Fotos: Extra de Rondônia

 

covid – 768×90-1

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO