covid – 768×90-2
Marlon Donadon visitou o estande do Extra de Rondônia na Expovil
Marlon Donadon visitou o estande do Extra de Rondônia na Expovil

Morando na cidade boliviana de Santa Cruz de La Sierra, o ex-prefeito vilhenense Marlon Donadon passa férias na cidade.

Onze anos após ter sido eleito na condição de Chefe do Executivo mais jovem do país – e com visual totalmente remodelado – ele agora se dedica em tempo integral ao curso de Medicina que faz no país vizinho.

Mas a cidade que administrou ainda lhe encanta: “Meu sonho é exercer a medicina aqui em Vilhena após me formar”, disse Marlon em sua passagem pelo estande do Extra de Rondônia na Expovil.

Estudando em tempo integral, o ex-prefeito relata que o sistema de ensino boliviano é rígido. “A faculdade exige muita dedicação e compromisso, pois a cobrança é grande”, revela. Mas, por outro lado, “a cobrança faz com que a formação dos profissionais seja de alto nível”.

Marlon ainda tem dois anos e meio pela frente, antes do período de residência. “Esta fase de minha formação pretendo fazer no Brasil. Quem sabe até mesmo em Vilhena, no Hospital Regional, o que seria uma honra para mim”, destaca.

Entre as áreas que lhe interessam em se especializar está a Radiologia. “Trata-se de um setor fundamental para o diagnóstico de pacientes que tem carência de profissionais no Brasil”, explica. Mas ele acrescenta que ainda há muito tempo e aprendizado pela frente, “portanto pode ser que eu decida por outra área”.

Segundo Donadon, a Medicina sempre o atraiu, mas o sonho de cursar a faculdade foi adiado pela morte de seus pais. “Naquela época eu estava me preparando para o curso, mas a perda acabou adiando este projeto e me colocando em outro caminho”, relembra.

E o caminho foi política. Falando sobre seu período como prefeito vilhenenses, Marlon considera que fez uma “boa gestão”. Ele relembrou investimentos em reformas e construção de escolas, pavimentação e de vários projetos que deixou encaminhado ao seu sucessor. “Assim como os que vieram antes e o prefeito que me sucedeu, dei minha contribuição porá o desenvolvimento de Vilhena. Todos os que passaram pelo cargo tem sua importância e dedicação a função”, comenta.

Mas a política não está em seus planos para o futuro. “Agora eu penso apenas em ser médico, mas se for designo de Deus que meu destino seja outro estou preparado para cumprir o que o Senhor estabelecer para minha vida”, encerrou.

Fonte: Extra de Rondônia

Foto: Extra de Rondônia

covid – 768×90-1

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO