cassolO senador rondoniense comentou a polêmica da redução da maioridade penal em sua passagem por Vilhena no final de semana. “A discussão está distorcida, pois está se falando sobre a redução da maioridade apenas num aspecto. Sou contra esta proposta, e em meu ponto de vista os jovens desta faixa etária deveriam sim ter maioridade plena”, observou.

Ivo Cassol argumenta que, assim como em outros aspectos, a legislação brasileira está defasada com relação a realidade.

O parlamentar também destaca que, do jeito que está, a redução da maioridade penal vai acabar criando ainda mais problemas para o país. “O governo federal e o poder público de um modo geral devem é cumprir suas obrigações de forma plena. Hoje em dia nem o sistema prisional destinado aos maiores de idade, e tampouco as instituições que atendem aqueles com menos de dezoito anos estão tendo condições de executar suas tarefas básicas. Não existe ressocialização. E agora, querem criar outro grupo, composto de jovens entre 16 e 18, que teriam que ficar separados dos outros dois. Ou seja, não conseguem cuidar das estruturas que existem e querem criar outras. É claro que tem tudo para dar errado”, argumentou.

Em seu ponto de vista as leis que estabelecem limites entre menores e maiores estão caducas. “Os jovens de hoje são muito avançados, tem conhecimento e capacidade muito acima daqueles das gerações anteriores, como a minha. Atualmente, aos dezesseis anos uma pessoa tem plena consciência do que é certo ou errado, possui escolaridade e vida social que o habilita a ter os mesmos direitos e deveres daqueles que cruzaram a linha da maioridade atualmente estabelecida. Eles podem perfeitamente votar, dirigir, casar, trabalhar, empreender e se tornarem membros produtivos para a sociedade. E, em caso de infrações às leis, devem responder pelo ato de acordo com as normas. Eu sou favorável a concessão de maioridade plena ao grupo desta faixa etária, ao invés deste debate demagógico que está engessando a discussão em apenas um ponto”, encerrou.

 

Fonte: Extra de Rondônia

Foto: Extra de Rondônia


COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO