covid – 768×90-2

 

O corpo foi esquartejado e enterrado em duas covas rasas
O corpo foi esquartejado e enterrado em duas covas rasas

O aposentado e sitiante Antônio Joaquim, de 55 anos, estava desaparecido desde o último dia 22 de junho. Ocasião em que parentes registraram Boletim de Ocorrência na Delegacia de Polícia Civil de Vilhena.

De acordo com informações obtidas pela reportagem do Extra de Rondônia, Antônio morava num sítio nas proximidades do Posto Jamantão, acerca de 80 quilômetros de Vilhena, sentido Pimenta Bueno.

Parentes que sempre o visitavam em sua propriedade, estranharam quando foram até ao local e encontram a casa abandonada. Desde então registaram BO do desaparecimento e começaram a procura-lo pela região.

Porém, na tarde desta quinta-feira, 9, foram novamente ao sítio de Antônio e não o encontraram. Então foram até outro sítio que fica acerca de 5 quilômetros de um homem conhecido por “primo”. Ao chegarem no local encontraram várias partes de ossada humana nos arredores da casa que estava abandonada.

Segundo a polícia, provavelmente seja o corpo de Antônio que estava desaparecido. Quem o matou, o esquartejou e enterrou em duas covas rasas.

Contudo, os cachorros que estavam abandonados na propriedade, provavelmente com fome, desenterraram o corpo para comer, deixando os ossos esparramados nas proximidades.

A Polícia Civil passa a investigar o caso. O cadáver passará por exames para saber se os restos mortais pertencem a Antônio, e como foi assassinado.

0001

0002

0003

0004

Texto e Fotos: Extra de Rondônia

 

covid – 768×90-1

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO