12483728_556689717811666_182835305_nUm tumulto generalizado foi registrado na noite desta quarta-feira, 6, no Hospital Regional Adamastor de Oliveira, em Vilhena. Pacientes acionaram a Polícia Militar (PM) após passarem horas na fila de espera por um atendimento médico.

De acordo com informações obtidas pela reportagem o Extra de Rondônia, os pacientes reclamavam da falta de médico na unidade hospitalar. Segundo eles, mães com filhos pequenos que chegaram desde as primeiras horas da tarde não haviam sido atendidas até as 22h00.

O tumulto somente foi apaziguado após a chegada da PM no local. Apenas uma médica plantonista estava em atendimento no HR e intercalava seu trabalho entre o pronto socorro e a medicação.

Por telefone, o secretário municipal de Saúde, Adilson Bernadino, afirmou que a situação havia sido provocada por um paciente que foi direcionado a um posto de saúde. Ele informou, ainda, que após a chegada da PM, o “causador” se retirou e o atendimento voltou ao normal.

12511954_556689671145004_1763275851_n

Texto: Extra de Rondônia

Fotos: Extra de Rondônia

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO