cbe095ec-2bb8-466b-bb05-ba36d80f3d4dEm entrevista coletiva concedida a imprensa vilhenense na tarde desta quarta-feira, 13, o delegado Núbio de Oliveira, responsável pelo inquérito policial que investiga a morte do taxista Emerson Colares dos Santos, de 36 anos, em acidente de trânsito na madrugada do último domingo, 10, afirmou que o acusado Dhione Marangoni será indiciado por homicídio culposo e omissão de socorro com agravante, e poderá ser penalizado com até seis anos de prisão.

O acidente fatal aconteceu na Avenida Liliana Gonzaga, no bairro Bela Vista, nas proximidades da faculdade Avec.

De acordo com o delegado, as provas evidenciaram que o empresário Maragoni foi o provocador do sinistro ao avançar a preferencial. Além disso, a situação do motorista se agrava por ser acusado de abandonar, ainda no local do acidente, a vítima e sua namorada, caracterizando crime de omissão de socorro, com pena adicionada em até um ano. Em sua defesa, Dhione alegou que o taxista estava em alta velocidade e com as luzes do carro apagadas, e disse, ainda, que saiu do local para buscar por socorro pelo fato de seus aparelhos telefônicos estarem com baterias descarregadas.

Núbio de Oliveira reiterou que a tese utilizada pelo acusado de que o farol estava apagado, foi desmentido por laudos emitidos pela Polícia Técnica (Politec).

Ao ser questionado o motivo que o levou a não flagrantear o rapaz ao ser apresentado pela Polícia Militar, o delegado ponderou a presunção de inocência por parte do acusado. Ele recusou a soprar o bafômetro e quatro horas após o sinistro, ao ser submetido ao exame de corpo de delito pelo médico legista, ficou comprovado que Dhione Marangoni não estava embriagado, mas que, porém, havia ingerido bebida alcoólica. Núbio afirmou, ainda, que o acusado recusou-se a realizar exames laboratoriais.

Devido às inúmeras evidências de negligência, Maragoni pode ser condenado a uma pena de até a 6 anos de prisão pelo homicídio culposo, e mais 1 ano por omissão de socorro. O inquérito agora será encaminhado ao poder judiciário, que deverá decidir sobre os rumos a serem tomados.

emerson capa
Emerson Colares dos Santos, taxista morto no acidente
dhione na dp
Dhione Marangoni

 

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Extra de Rondônia

 

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO