aftosa

junior1O vice-presidente municipal do partido dos tucanos em Vilhena, Antônio José de Oliveira Junior, o “Junior Pintor”, falou sobre a polêmica entrevista concedida ontem pelo advogado Reginaldo Ribeiro de Jesus acerca da “Operação Stigma”.

Ele foi citado pelo defensor de réus em processo derivado da ação de autoridades federais, que o acusou de ter feito “politicagem” ao prestar depoimento na Polícia Federal sobre o escândalo. Junior Pintor foi uma das testemunhas no inquérito que apura corrupção entre servidores municipais e uma empresa de manutenção de veículos. Em seu depoimento declarou ter ouvido de um empresário reclamação acerca de suposta coação que estaria sendo praticada por envolvidos contra testemunhas.  A oitiva prestada por Pintor foi um dos elementos que deu sustentação a determinação de prisão preventiva contra pelo menos três dos acusados.

Na entrevista concedida ontem pelo advogado Reginaldo Jesus ele caracterizou o testemunho de Pintor como mera “jogada política” e “besteira”, além de ser uma “tentativa de envolver o prefeito Zé Rover na questão”. O dirigente do PSDB também subiu o tom na resposta a Drº Jesus. “Pela repercussão que a entrevista teve e as críticas que estão sendo feitas contra ele, parece que quem falou besteira foi o próprio advogado”, rebateu. “Sou um crítico da atual administração, no entanto sou trabalhador e não vivo de política. Não tenho tempo para isso”, emendou.

Continuando, Junior disse que o “PSDB é uma das principais legendas políticas do Brasil, lidera a oposição contra o governo federal graças a seriedade e ética como se comporta. Não faço parte de um partido adepto a politicagem, mas sim de uma organização que exerce a política em alto nível”, declarou. Ele também informou ter comunicado ao presidente estadual do PSDB, Expedito Junior, quando foi convocado para depor. “Conto com aval e apoio integral de meus correligionários”.

Fonte: Extra de Rondônia

Foto: Extra de Rondônia

aftosa 468×60

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO