459afe22-b85c-4d5a-8aa0-dd639d7fba8cO leilão acontece nos dias 2 e 3 de fevereiro na cidade de Ji-Paraná. No total, 445 veículos que irão a leilão, entre eles algumas sucatas, que foram aprendidos nas barreiras da Polícia Rodoviária Federal, nas cidades de Vilhena, Pimenta Bueno e Ji-Paraná.

De acordo o Inspetor da PRF em Vilhena, João Lobato, a intenção do leilão é “desafogar” os pátios das delegacias, que todos os dias recebem veículos com alguma irregularidade e muitos deles não são resgatados pelos proprietários. Somente de Vilhena irá a leilão 66 veículos, entre carros e motos, com valores a partir de R$ 200 e pode chegar a R$ 15 mil.

Os interessados em participar devem realizar um cadastro antecipado no site da leiloeira e inserir todos os dados necessários. O leilão começará a partir das 09h00 e os arremates poderão ser feitos de forma presencial no Ginásio Gerivaldão, no centro da cidade de Jí-Paraná, ou virtual no endereço http://www.rondoleiloes.com.br/.

Ainda, de acordo com Lobato, todos os veículos adquiridos serão isentos de taxas, impostos ou multas. Ele disse que os arrematadores por meio do site receberão em seus e-mails cadastrados, todos os procedimentos para pagamento do valor que foi comprado. “É importante deixar claro que, todos que arrematar, precisa, obrigatoriamente, efetuar o pagamento, caso contrário, deverão receber sanções e responderão criminalmente”, concluiu o inspetor.

Veja o edital no site da PRF (https://www.prf.gov.br/portal/estados/rondonia/leiloes/2016/edital-de-leilao-presencial-e-eletronico-no-002-2016/view)

 

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Divulgação

 

 

 

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO