rover-capa-1-300x246O prefeito de Vilhena, Zé Rover (PP) tem uma explicação ao atraso de salários dos servidores municipais: a queda do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

Em nota enviada por sua assessoria, o prefeito explicou que “a queda real do fundo é extremamente prejudicial aos gestores, pois reduz drasticamente o valor repassado aos Municípios e são as prefeituras que têm que arcar com o ônus e se ajustar com essa situação”,

Disse que vários municípios em Rondônia ainda não pagaram seus servidores ou parte deles, e que em Vilhena todos receberam, com exceção dos médicos, que será no início da semana.

Rover informou que a “crise” continuará e sugeriu aos servidores que programem suas despesas por uns três meses, para o dia 10 de casa mês. “Este é o prazo máximo que estaremos pagando os servidores nesse momento critico que nos assola. Outros reajustes serão feitos para o quanto antes possamos voltar a pagar a folha dentro do mês, como fiz quase sete anos em minha gestão”, ponderou.

O prefeito disse que está em Porto Velho, buscando soluções para a Saúde e que já foi informado da reivindicação dos servidores através do Sindsul no gabinete. “Imediatamente determinei a equipe de secretários que atendessem a todos com muito respeito, pois é plausivel por parte deles está atitude de dialogar e encontrar soluções, já que dessa maneira evitamos causar danos a nossa população”, encerrou o mandatário municipal de Vilhena.

 

Texto: Extra de Rondônia

Informações: Assessoria

Foto: Extra de Rondônia

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO