SAM_0459Os pais de alunos da Escola Estadual Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Planalto, localizado na Linha 8, KM 14, esquina com a Zero Eixo, em Cabixi, estão revoltados com a Secretaria Estadual de Educação (Seduc).

A revolta começou com a implantação do ensino por teleconferência, similar ao implantado pelas faculdades à distância, sem professores em sala de aula. As aulas são ministradas por educadores através da tela de uma TV, a chamada videoconferência.

O projeto é chamado pela Seduc de mediação Tecnológica, implantado nas escolas de difícil acesso. São ao todo 176 escolas em Rondônia que vão receber o projeto.

A comunidade não aceitou. Em reunião marcada na última quarta-feira, 17, os pais fizeram um abaixo-assinado e protocolaram no Ministério Público (MP).

Em contato com Extra de Rondônia, o produtor rural Dercy Savazzi falou sobre o assunto e disse que inclusive veio até a Vilhena nesta quinta com outros pais para tentar conversar com a Seduc, mas em vão. “Eles disseram que nós querendo ou não eles vão instalar o projeto, que inclusive já está em funcionamento, mas a primeira aula, ontem, foi gravada em pendrive”, falou Dercy.

Segundo o morador, somente um professor e um pai foi favorável à decisão da Seduc.

“Hoje teremos outra reunião e vamos paralisar a escola do sexto ano do ensino fundamental ao terceiro ano do ensino médio, em protesto, até que a promotoria resolva. É impossível os nossos filhos adquirir conhecimento em matérias como matemática, química e física que exigem muito cálculo, sem um professor em sala”, finalizou o pai.SAM_0476

Texto: Extra de Rondônia

Fotos: Internauta

 

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO