se 2O Secretário municipal de Saúde, Adilson Bernardino, e o diretor do Hospital Regional (HR) de Vilhena, Faiçal Akkari, estiveram na manhã desta segunda-feira, 22, na sala da presidência na Câmara Municipal.

Eles foram atender convite dos vereadores Junior Donadon, Vadete Savaris e Maria José da Farmácia, momento em que explicaram aos parlamentares as dificuldades do setor de Saúde Pública em Vilhena.

Adilson, que está à frente da SEMUS desde o início de setembro de 2015, informou que está tentando colocar “a casa em ordem”, iniciando com o pagamento de fornecedores em atraso e outros compromissos financeiros gerados pelo secretário anterior.

Explicou que o setor recebe, mensalmente, recursos financeiros do Estado e da União, e que está em dia. Porém, os recursos são insuficientes para cobrir a demanda de pacientes que aumentou nos últimos anos. Anunciou o retorno das cirurgias seletivas para o dia 10 de março e a contratação de mais médicos para atendimento no HR.

Ao ouvir o relato dos gestores da Saúde, o presidente da Casa de Leis, Junior Donadon, salientou a importância de unir forças para ajudar o setor. Junto com as vereadoras, Junior informou que vai reivindicar apoio das autoridades estaduais.

 

Texto e foto: Assessoria

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO