11941

“Sem terras” invadem fazenda onde ocorreu massacre em Corumbiara

Cerca de 50 pessoas estão invadindo o assentamento da Fazenda Santa Elina, em Corumbiara, local onde aconteceu o massacre que marcou a história da região há 20 anos.

Na propriedade já estão centenas de famílias ocupando parte da propriedade, num assentamento.

A Polícia Militar já foi para o local averiguar se a área invadida é mata fundiária, área que por lei é protegida.

História do massacre

Em agosto de 1995, cerca de 600 camponeses haviam se mobilizado para tomar a Fazenda Santa Elina, tendo construído um acampamento no latifúndio improdutivo. Na madrugada do dia 9, por volta das três horas, pistoleiros armados, recrutados nas fazendas da região, além de soldados da Polícia Militar com os rostos cobertos, iniciaram os ataques ao acampamento.

O número oficial de mortos no massacre é de 16 pessoas e há sete desaparecidos. Para os agricultores, entretanto, o número de mortos pode ter passado de 100, pois, segundo eles, muitos mais teriam sido mortos por policiais e jagunços, e enterrados sumariamente.

Texto: Extra de Rondônia

Foto: Ilustração

 

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO