MAU E ENO presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho, se reuniu com engenheiros que trabalham em diversas secretarias do governo do Estado e que estariam temendo que houvesse a retirada de uma gratificação, em seus vencimentos do mês corrente.

Segundo o relato dos profissionais, a administração estadual teria comunicado às secretarias sobre a retirada do benefício, que representa um percentual importante nos vencimentos e existe desde julho de 1994.

“Ao tomar conhecimento, acionei, por telefone, o chefe da Casa Civil, Emerson Castro, o vice-governador Daniel Pereira (PSB) e o secretário estadual de planejamento, George Braga, para que possamos achar uma saída para o impasse”, explicou Maurão.

O presidente do Sindicato dos Engenheiros, Edson Rigoli, disse que a categoria teme pela perda do benefício. “Essa gratificação de incentivo técnico existe há mais de 20 anos e não pode ser retirada assim, sem nenhuma explicação. Queremos que essa medida seja revista, de imediato, por isso buscamos o apoio do presidente da Assembleia”.

A medida governamental atingiria 105 engenheiros, que perderiam a gratificação de R$ 2.400 mensais. “Vamos assegurar que não haja nenhuma retirada, na folha de março, e negociar uma saída para que os profissionais não sejam prejudicados”, acrescentou Maurão, que agendou novas reuniões com a categoria e membros do Governo para esta terça-feira (8) e quarta-feira (9).

 

Texto e foto: Assessoria

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO