Manifesto 2Os pais de alunos da escola estadual Planalto, localizada na zona rural do distrito em Cabixi, voltaram a protestar contra a metodologia de ensino que a Seduc insiste em implantar na instituição.

Em reunião, na sexta-feira, 4, os pais decidiram por voltar com as aulas, mas com uma condição: “que os professores retornassem as salas de aulas”. Posicionamento que a Seduc não acatou.

Os moradores então removeram os equipamentos de videoconferência que transmitem as aulas em sala de aula. Entretanto a secretária da Seduc em Vilhena, Oracira, informou a direção da escola que voltaria ao local para reinstalação.

Como prometido, nesta segunda-feira, 7, a secretária foi ao distrito, mas a comissão de pais e estudantes já esperavam sua visita e em forma de protesto acamparam em frente à escola.

Assim que Oracira chegou com sua advogada e outras autoridades foi recebida pelos manifestantes que com faixas, cartazes e muita euforia impediram a entrada da coordenadora educacional na escola, evitando que a mesma reinstalasse os equipamentos.

Por fim a secretária desistiu de forçar a entrada na escola e retornou para Vilhena.

A polícia chegou a ser acionada para controlar a situação, porém, segundo os manifestantes, o protesto foi de forma pacífica, pois os pais estão em busca da democracia, visando o melhor para educação de seus filhos.

Os alunos seguem sem aulas na escola.Manifestação 02Manifestação 10

 

Texto: Extra de Rondônia

Fotos: Extra de Rondônia

sicoob credisul
vacina 728×90

COMUNICADO: Atenção caros internautas: recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve em especial aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem, como já ocorreu.

A DIREÇÃO